top of page
  • Foto do escritorRevista Maxxi

Campanha “Banco de Óculos” é criada em Matão


A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Matão, Márcia Ferrari, participou do lançamento da campanha “Banco de Óculos”, cujo objetivo é arrecadar armações de óculos de grau novas ou em bom estado de conservação e, posteriormente, contemplar pessoas que não podem investir em modelos novos. A ideia do programa prevê a disposição de pontos de coleta no comércio, clínicas, empresas e demais locais, com caixas identificadas para o depósito de armações masculina e feminina, adulto e infantil, além de óculos de sol.


As doações arrecadas ficarão sob a responsabilidade das equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, por meio do Fundo Social, que fará a logística entre os parceiros e a triagem para as pessoas de baixa renda. “Nossa cidade tem vocação para a solidariedade, e este trabalho vem ao encontro das necessidades de muitos matonenses, já que os custos de um óculos podem ser altos para uma família acometida pelas patologias oculares e que não têm recursos suficientes para contemplar a todos. Situações como estas poderão ser atendidas, o que contribui na qualidade de vida e autoestima destas pessoas”, afirmou Márcia Ferrari.


Na terça-feira (21), alguns dos primeiros colaboradores estiveram reunidos no primeiro encontro da ação, apadrinhada pela empresária Regina Galli. Graças a esta parceria entre o poder público, sociedade civil, empresários, comerciantes e demais incentivadores, várias unidades já foram arrecadadas no encontro. Além disso, as óticas “Relóptica” e “Ô Garoto”, que têm suas sedes no município, contribuíram com mais de 200 armações novas, sendo 100 armações cada uma.


A iniciativa surgiu através de um projeto de autoria do vereador Dr. Paulo Augusto Bernardi. “Acredito que a solidariedade precisa ser estimulada, pois muitas pessoas têm o desejo que fazer algo pelo próximo e não sabem como agir. A ideia é simples e surgiu quando me deparei com a quantidade de armações que tinha engavetada em casa. Foi quando pensei em dar uma utilidade a elas repassando para outras pessoas, mas não sabia como conduzir esta ideia. Daí surgiu o projeto que já alcança grandes resultados”, disse o vereador.


Interessados em contribuir com a campanha podem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania e o Fundo Social de Solidariedade no telefone 3382-8910.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura

bottom of page