• Revista Maxxi

Dengue: vacina do Butantan gera anticorpos em mais de 90% dos pacientes


A epidemia da Dengue no Brasil, que é uma das maiores preocupações da Saúde há anos, pode estar próxima de ser controlada.


De acordo com o Instituto Butantan, a vacina que está em desenvolvimento há mais de 10 anos induziu a geração de anticorpos em 100% dos indivíduos que já tiveram dengue e em mais de 90% naqueles que nunca tiveram contato com o vírus.


Os dados são de um novo estudo, da fase 1 dos testes, publicado por pesquisadores da farmacêutica Merck, parceira Butantan. Os resultados foram publicados este mês na revista científica Human Vaccines & Immunotherapeutics.


Dose única


O estudo contou com a participação de 200 adultos, que receberam duas doses do imunizante ou placebo.


Logo após a primeira dose, a soroconversão – que é o tempo que os anticorpos têm para se defender – foi de 100% em quem já teve dengue e 92,6% em quem nunca foi infectado.


Já a dose adicional não apresentou diferenças significativas, confirmando que uma única dose é suficiente para produzir resposta imunológica contra a doença.


“A vacina também se mostrou segura e sem efeitos adversos graves. As reações mais comuns foram dor de cabeça, fadiga, erupção cutânea e mialgia (dor muscular)”, disse o Butantan, em nota.


Também foi avaliada a imunogenicidade, que é a capacidade da vacina de gerar uma resposta imune. O acompanhamento durou um ano por meio de testes de neutralização do vírus e se manteve alta em todos os participantes.


A vacina vem sendo desenvolvida em parceria com o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (NIAID).


Fonte: Só Notícia Boa/Com informações de CNN


Foto: Getty Images