top of page
  • Foto do escritorRevista Maxxi

Dia da Viola é aprovado na Câmara de Matão

O dia será comemorado anualmente em 1º de Maio

Na última segunda-feira (08), foi aprovado na Câmara Municipal de Matão, o Projeto de Lei nº 103/2022, de autoria do vereador Luiz Francisco Fernandes (Dr. Luiz Pelanca), que institui o “Dia da Viola” no município de Matão, onde nomeou o Patrono Emérito o Poeta e Declamador Caipira Mário Lucirio (Nhõ Mário). O dia da viola será comemorado anualmente em 1º de Maio, na Paróquia de São José.


Existem várias denominações diferentes para Viola, utilizadas principalmente em cidades do interior: Viola de pinho, Viola caipira, Viola sertaneja, Viola de arame, Viola nordestina, Viola cabocla, Viola cantadeira, Viola de dez cordas, Viola chorosa, Viola de queluz, Viola serena, Viola brasileira, entre várias outras denominações.


Na oportunidade, o vereador Dr. Luiz Pelanca, agradeceu a família do homenageado e também a Associação Cultural de Folclore “Amigos da Viola” e o padre e membros da paróquia São José, que auxiliaram e apoiaram a elaboração do projeto de lei.


Homenageado


Mário Lucirio (Nhõ Mário), nasceu no Distrito de São Lourenço do Turvo e trabalhou durante muito tempo no Departamento de Estrada de Rodagem (DER). Filho de José Lucírio e Bruna Prodóssimo Lucírio viveu em Matão durante quase toda a vida, onde casou-se em 18 de setembro de 1954 com Nair Armacura Lucírio na Igreja de São Lourenço do Turvo, pai de Ozélia, Odete, Elizabete, Maria Antônia, José Luiz, Domingos e Laerte.


Nhõ Mário esteve sempre presente ao encontro de viola comemorado ao 1º de maio na Paróquia de São José, em nossa cidade, do qual sempre participava com muito gosto e comovida vibração ao deleitar a plateia com alguns de seus famosos poemas dentre eles “O Jogador de Baralho”, um poema de 8 minutos, e “Flor de Maracujá”.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

bottom of page