top of page
  • Foto do escritorRevista Maxxi

Escola para cientistas abre bolsas com moradia e alimentação


Olha só que oportunidade incrível para futuros cientistas! A Ilum Escola de Ciência, em Campinas, no interior de São Paulo, está com inscrições abertas e oferece bolsas com subsídios para moradia, alimentação e transporte!

A escola vai fornecer notebook, pagar o aluguel de uma quitinete, oferecer vale-alimentação e vale-transporte e disponibilizar apoio psicológico. Caso o estudante seja de outro estado e não tenha como arcar com a passagem aérea ou com os custos para mobiliar o apartamento, a faculdade também subsidia esse custo.

Mas corra porque as inscrições vão até esta sexta-feira, 16 de dezembro. Elas podem ser feitas pela internet.


O processo seletivo é para o curso de bacharelado em ciência e tecnologia. O curso é gratuito e tem duração de três anos em período integral.


Como participar da seleção


Para participar do processo seletivo, o candidato precisa ter em mãos o número de inscrição do último Enem.


Ao acessar o site da escola, clicando aqui, o jovem encontrará o formulário disponível para preenchimento.


Com base nos formulários, a comissão de avaliação vai pré-selecionar até 200 candidatos, que serão convidados para entrevistas individuais.


Após a fase das entrevistas, serão definidos os selecionados que ocuparão as 40 vagas, 20 delas destinadas a estudantes de escolas públicas.


Interdisciplinaridade


A ideia da escola, que acaba de concluir o primeiro ano de aulas, surgiu da necessidade de formar cientistas adaptados à interdisciplinaridade.


“Hoje, os grandes temas de pesquisa são interdisciplinares, e os alunos que entram cursos tradicionais de física, química e biologia veem temas muito específicos”, diz o diretor da escola, Adalberto Fazzio.


“Hoje, um biólogo tem que entender de matemática, processamento de imagem”, exemplifica.


Adalberto também reforça a importância de acelerar a formação de talentos. Ele diz que, no modelo tradicional, são necessários dez ou 11 anos para formar um pesquisador, considerando a graduação, o mestrado e o doutorado.


Na Ilum, os estudantes trabalham com pesquisas desde o início da graduação e, após três anos, têm maturidade para tentar um doutorado direto. Nesse caso, a formação ocorre em sete anos.

Como funciona o curso de cientista


O curso é um bacharelado em ciência e tecnologia e as aulas acontecem em tempo integral, das 8h às 18h.


Há ainda a possibilidade de incrementar com curso opcional de inglês à noite. Além disso, desde o primeiro ano os estudantes têm contato com uma estrutura bastante completa, com laboratórios nacionais de biociências, biorrenováveis e nanotecnologia, além do laboratório de luz síncroton.


O modelo de ensino também é diferente. O conteúdo do curso é agrupado nas áreas de linguagens matemáticas, ciências de dados, ciências da matéria, ciências da vida e humanidades.


Essas áreas são interligadas em projetos de caráter prático desenhados a partir de problemas científicos atuais.


Só Notícia Boa/Com informações de Agência Brasil. Foto: Ilum

bottom of page