• Revista Maxxi

Está chegando a hora de votar!

Atualizado: 16 de Dez de 2020


A realização das eleições municipais deste ano em meio a pandemia do corona vírus se transformou na mais diferente de todas as eleições brasileiras desde a redemocratização. Autoridades da Justiça Eleitoral, médicos especialistas e publicitários, recomendaram desde o início da campanha, em virtude do combate ao vírus, que fosse evitado o contato, o que é tradicional em uma eleição como as caminhadas, comícios e reuniões entre pessoas. Quanto mais gente maior a popularidade e mais forte se torna a imagem do candidato, mas desta vez todos tiveram que se adaptar. Quem insistiu em descumprir estas regras pode ter dado um tiro no pé, pois a maioria dos eleitores além de estarem preocupados em escolher quem melhor lhes represente, estão preocupados também com a sua saúde e de seus familiares.

Além destas alterações, esta eleição teve mudanças em outro procedimento que seria aplicado este ano. Após ouvir infectologistas, o TSE optou por retirar a necessidade da identificação por biometria no pleito.

O processo da biometria, que utiliza a impressão digital dos eleitores para identificá-los, tem o objetivo de dar mais segurança à votação, e com isso evitar possíveis fraudes. O entendimento das autoridades eleitorais, no entanto, foi de que a biometria aumentava a chance de infecção, uma vez que o leitor do sistema não pode ser higienizado frequentemente.

Matão apresenta para o pleito 07 candidatos ao cargo de prefeito e vice, e 190 para ocupar uma cadeira na Câmara Municipal, desses 07 tentando a reeleição. As eleições municipais do próximo domingo, determinarão o futuro de nosso município para os próximos quatro anos, motivo pelo qual é fundamental que cada eleitor faça a sua opção de modo consciente e com seriedade.

O voto consciente é aquele feito a partir de informações adequadas. Que apontem ao eleitor que o votado é quem está mais apto a atender às demandas da população. Além disso, trata-se também de um voto “desapegado”: antes de pensar em vantagens pessoais, o eleitor deve pensar também na coletividade e nas pessoas que o rodeiam. O que elas querem? O que eu acredito que elas precisam? É esse tipo de questionamento que deve estar na mente do eleitor na hora de definir seu voto


Com o objetivo de oferecer aos nossos leitores, subsídios para melhor realizar o dever cívico do voto dentro de todos os cuidados necessários, nesta entrevista concedida a Revista Maxxi, a responsável pelo Cartório Eleitoral do nosso município Talita Banhos Paula, fala sobre diversos assuntos que ajudarão a esclarecer o eleitor.


REVISTA MAXXI: Em virtude da pandemia quais as principais recomendações você daria aos eleitores?


TALITA: Com o cadastramento biométrico que realizamos no ano de 2019 muitos eleitores alteraram o local de votação, assim, é importante que chequem o local de votação com antecedência para evitarem o deslocamento desnecessário ao local indevido. A consulta pode ser feita no aplicativo e-título, ou através do site http://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao/consulta-por-nome. Tivemos várias alterações de seções e locais de votação que são facilmente consultadas através do aplicativo. Além dessa recomendação inicial, é importante que o eleitor tome os cuidados sanitários recomentados no combate à Covid 19, como uso de máscara; distanciamento social entre os eleitores de no mínimo um metro; não levar crianças ou acompanhantes ao local de votação; limpar as mãos com álcool em gel, disponível na seção eleitoral, antes e depois da votação; levar caneta de casa, se possível; não permanecer no local de votação após ter votado; não será permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer atividade que exija a retirada da máscaras no local de votação.


REVISTA MAXXI: Mesmo aqueles que não fizeram o cadastro biométrico poderão votar em virtude das mudanças por causa da pandemia. Quais são os eleitores que estão aptos para votar?


TALITA: No intuito de evitar contaminação, o TSE suspendeu a necessidade de votação biométrica nas Eleições 2020, uma vez que não é possível a limpeza do leitor biométrico com álcool em gel. Assim, os eleitores que estavam regulares e não fizeram o cadastro da biometria poderão votar no pleito que se avizinha. Apenas não votarão aqueles que já estavam com o título cancelado, em virtude de não terem votado em 3 (três) pleitos consecutivos e os que estavam com o título suspenso. É possível o eleitor consultar sua situação eleitoral através do aplicativo e-título ou pelo site http://www.tse.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral.


REVISTA MAXXI: Em virtude das restrições às aglomerações, como será o trabalho dos fiscais dos partidos que normalmente acompanham a votação nas seções eleitorais?

TALITA: Os partidos políticos e coligações possuem o direito de fiscalizar a votação, previsto no art. 132 da Resolução TSE nº 23.611/2019. Trata-se de direito de extrema importância, que deve ser assegurado, desde que seguidas as regras sanitárias, como o distanciamento social e uso de máscaras.


REVISTA MAXXI: Considerando as novas regras, durante a votação, eleitores idosos, ou pessoas com deficiência poderão levar acompanhantes que os ajudem a votar?


TALITA: O acompanhamento do eleitor somente é possível quando estiver caracterizada a necessidade, o mesário e o apoio logístico analisarão o caso concreto. Nem todo eleitor idoso ou com deficiência precisa de acompanhante. Assim, considerando, ainda, a realidade que estamos vivendo, frisamos que apenas nos casos extremamente necessários haja o acompanhamento do eleitor por outra pessoa.


REVISTA MAXXI: Qual o horário destinado à votação nestas eleições? Pessoas acima de 60 anos terão horário preferencial?


TALITA: Após análise de estatísticos do TSE e avaliação técnica, o horário de votação foi estendido para o período das 7h às 17h, sendo que o horário entre 7h e 10h será preferencial, para pessoas acima de 60 anos.


REVISTA MAXXI: Será aplicada multa para quem for do grupo de risco e não comparecer para votar? Será possível justificar?


TALITA: Quem não puder comparecer à votação, por motivo justificado, deverá apresentar requerimento de justificativa com o devido documento comprobatório do motivo alegado ao juiz eleitoral, no período de até 60 dias após o pleito. O pedido de justificativa será apreciado pelo juiz eleitoral.


REVISTA MAXXI: Se souber de alguma irregularidade ligada às eleições, como o eleitor deve proceder?

TALITA: As irregularidades podem ser denunciadas por qualquer eleitor através do aplicativo “pardal”, disponível na loja de aplicativos do celular. Já as representações devem ser ajuizadas pelos candidatos, partidos políticos/coligações e Ministério Público Eleitoral através do sistema Pje.


REVISTA MAXXI: Alguma alteração em pontos de votação que você gostaria de destacar como orientação aos eleitores?


TALITA: Em 2019, durante o cadastramento biométrico obrigatório, foram criados 05 (cinco) locais de votação, para que os eleitores pudessem votar o mais próximo de sua residência.

Novos locais de votação:


EMEI MARIA AMELIA ORTIZ GANDINI

Av. Maria Campos Salto, 1730 - Jardim Alvorada


EMEF CELSO DE BARROS PERCHE (CAJU)

Rua João Cechetto, 150 - Vila Cardim


EMEI PROFª ELIZINHA BUENO

Rua Serafim Hermida Soares, 410 - Jardim Paraiso II


EMEI IRES BOCCHI MARCHEZAN

Avenida Aquelino Benassi, 525 - Jardim São José


EMEI PROFª ITALINA FREITAS FERREIRA CARUZO

Avenida Brasil, 1550 - Vila Cardim IV


Também nesse período foi decidido não mais realizar eleições na EE José Inocencio da Costa, tendo em vista a falta de acessibilidade do local. Os eleitores que ali votavam e não compareceram ao cartório eleitoral para alterarem o local de votação, foram automaticamente transferidos para a ETE Prof. Dr. Sylvio de Mattos Carvalho.


REVISTA MAXXI: Considerações finais.


TALITA: Recomendamos que os eleitores façam uma análise detalhada dos candidatos que estão em disputa, tenham em mente que os candidatos eleitos os representarão por 04 (quatro) anos. Analisem as propostas apresentadas pelos candidatos e decidam por aqueles que mais tem a fazer pelo município, quando se pensa na coletividade, você e todos os demais cidadãos são beneficiados. É importante que os eleitores sigam as regras sanitárias, principalmente o distanciamento social nos locais de votação, obedeçam o horário preferencial de votação, das 7h às 10h e não deixem para votar na última hora.

Por Valentim Fernandes