top of page
  • Foto do escritorRevista Maxxi

Ex-doméstica consegue dinheiro para lançar livro escrito há 10 anos


A dona Neuza Nascimento, de 62 anos, é apaixonada por leitura e ama escrever, principalmente cartas. Hoje, aposentada como empregada doméstica, ela se prepara para publicar o próprio livro com contos que guarda desde 2003.


Moradora de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, ela trabalhou durante 48 anos como empregada doméstica e agora, depois de fazer um curso para escritores, está animada para realizar o sonho de ter sua primeira publicação.


“Com meu sonho prestes a se tornar realidade, também posso escrever mais livros. Eu já até tenho alguns novos contos guardados para as próximas edições.”


Leitura e escrita sempre foram presentes


Desde pequena, a leitura e escrita eram uma das coisas que a Dona Neuza mais amava fazer.

A necessidade financeira a fez deixar o sonho um pouco de lado e se dedicar ao trabalho de empregada doméstica.

Ela lembra que ninguém a incentivou a ler quando era mais nova. “Comecei a trabalhar em casa de família ainda pequena, pegava alguns gibis e corria para ler no banheiro”, comenta.

Entre uma faxina e outra, dona Neuza lembra que sempre escrevia cartas para familiares que moram em Santos Dumont, Minas Gerais, onde ela nasceu.


E foi a partir das cartas que a aposentada começou a escrever contos. Ela passou mais de uma década escrevendo essas histórias e guardando, pensando no dia que conseguiria publicá-los.


Oportunidade


Há pouco tempo, dona Neuza ganhou uma bolsa de estudos para escritores e, com isso pôde desenvolver melhor a capacidade de escrita e aprender algumas técnicas para, assim, realizar o sonho de publicar o primeiro livro.


“Foi uma fase em que fiz uma escolha, decidi largar um dos serviços que realizava em casa de família para poder me dedicar à bolsa de oficina de contos”, lembra.


“Quando cheguei em casa, falei para o meu filho que dei início ao curso e ele reagiu preocupado, por conta da nossa situação financeira.”


“Sabotando sonhos”


Com os contos, que ela produz desde 2003, Dona Neuza foi convidada a participar de um projeto social chamado Mulheres em Ação, que narra a história de mulheres da periferia.

O intuito era somente contar histórias para crianças, mas o projeto acabou se tornando uma oficina de contos escritos.


Neuza é a mais nova da família entre os 10 irmãos e as pessoas demoraram para entender o sonho que ela tem.


“Sou de uma geração de empregadas domésticas, de uma certa maneira, acabamos sabotando os nossos sonhos em algum momento da vida, mas eu persisti e hoje sou respeitada, vista como uma pessoa capaz e inteligente.”


Hoje, com os textos já revisados, ela criou uma campanha na internet arrecadar R$ 5 mil e tornar o sonho em realidade. E deu tudo certo!


Com a meta da vaquinha dela batida, dona Neuza utilizará o valor para pagar os custos da publicação e com os lançamentos possíveis no Rio de Janeiro e em outros estados como, Minas Gerais e São Paulo.


“Tenho um conto publicado na Revista Qorpus, da Universidade Santa Catarina e um artigo sobre parte da minha vida como empregada doméstica publicado no Rio OnWatch”, diz.


Fonte: Só Notícia Boa/ Com informações de R7


Fotos/Reprodução


bottom of page