• Revista Maxxi

Homem encontra pai que não via há 30 anos, após envelhecer foto em app


Foi a tecnologia que ajudou o construtor civil Everaldo Germano do Nascimento, de 51 anos, a localizar o pai, Geraldo Serafim do Nascimento, hoje com 73, após 30 anos de separação.

Com a ajuda do filho de 13 anos, Everaldo pegou a única foto que tinha do pai e a jogou no aplicativo de envelhecimento. Após ter o resultado, ele fez uma postagem no Facebook pedindo ajuda.


E deu tudo certo! O encontro marcado por muito abraço e emoção, reuniu pai e filho novamente no último sábado, 15, em uma região de mata isolada em Bertioga, litoral de São Paulo.


Separação


Everaldo conta que toda a família é da Paraíba. Quando os pais se separaram, a mãe dele foi morar no Rio de Janeiro e o pai decidiu se mudar para Guarujá, em São Paulo.

Tanto Everaldo quanto os irmãos dele, ficaram na Paraíba e foram educados pelos avós. Nesta época ele tinha 14 anos e foi a última vez que teve contato com o pai.


Busca pelo pai


Everaldo disse que sentia muita saudade do pai. Já adulto, ele foi morar em São Paulo e decidiu buscar por Geraldo, isso há 24 anos.


Foi Eliana Almeida Nascimento, de 48 anos, esposa de Everaldo, quem o motivou durante todo esse tempo.


Ela sempre publicava nas redes sociais a história do marido, mas não tinha respostas. Foi quando o filho do casal resolveu editar a foto.


As imagens circularam as redes sociais até chegarem a Bertioga. Em uma postagem eles conseguiram contato com pessoas que conheciam o idoso e marcaram um encontro surpresa.


Reencontro


Eliana disse que o encontro foi emocionante. “Marcamos em poucos dias, e eu pude presenciar o abraço mais sincero da minha vida”, disse a esposa, emocionada.


Geraldo vive em um racho muito isolado. A ajuda de conhecidos dele, que viram a foto nas redes sociais, permitiu que Erivaldo encontrasse o pai.



“Para mim, foi muito emocionante, uma coisa que eu nunca tive na minha vida, e consegui graças à minha esposa. As pessoas não tinham esperança de ele estar vivo. Graças a Deus, deu tudo certo, estamos muito contentes, as pessoas gostam muito dele”, comemora o filho.

Agora Everaldo quer levar o pai para mais perto dele.


“Se depender da gente, vamos dar todo o apoio. Não vamos ficar vivendo de passado, vamos viver daqui pra frente, tirar o atraso daquilo que a gente não pôde ter, de convivência, de abraço”, finalizou.


Por redação Só Notícia Boa Com informações de Yahoo

headbanner.png