top of page
  • Foto do escritorRevista Maxxi

Idosos realizam sonho de se casar na igreja após 66 anos de união


Imagine 66 anos depois de casamento no civil, realizar o sonho de casar na igreja, com 10 filhos, 21 netos e 24 bisnetos? Exatamente isso aconteceu com Pedro Rosa Leite, de 90 anos, e Ana Luiza Machado Rosa, de 84, em Sorocaba, em São Paulo. E, atenção: não faltou um detalhe sequer – do buquê cor-de-rosa à escolha da igreja.

Tudo foi realizado como o casal de pombinhos desejava: o lugar escolhido para a cerimônia, a Catedral Metropolitana de Sorocaba, a mais tradicional da cidade, no último sábado (28) às 15 horas.

“Estou feliz. Não acreditava que eu ia casar na igreja de noiva. Mandaram até fazer o vestido para mim. Eu olhava no espelho e pensava que não era eu, fiquei em dúvida. Deu vontade de chorar”, disse a noiva, emocionada, como provavelmente estaria há 66 anos.


As filhas-madrinhas se vestiram de azul, cor favorita do casal, e os filhos-padrinhos usavam ternos também na mesma cor. A elegância e o ar cerimonioso de todos marcaram o evento.

Ana Paula Rosa, uma das filhas do casal, postou a foto do casal de apaixonados no Instagram. Veja aqui.


Destino


Ainda como se fosse ontem, o casal contou ter se conhecido, em 1956, na Vila Barão, em Sorocaba.


“O destino a trouxe para frente da minha casa. Aí, a gente começou a namorar. Eu tinha uma vitrola e tocava disco de vinil. Ela ia em casa escutar”, lembrou Pedro.


Há 54 anos, Pedro e Ana Luiza moram na mesma casa e no bairro em que tudo começou. Em outubro de 2022, o sonho de casar na igreja veio à tona.


Adiado


Pedro e Ana Luiza, em março, completam 66 anos de união. Eles se casaram no civil, em 1957, mas foram deixando para depois o sonho do casamento no religioso.


“Na época, a gente queria casar na igreja, mas era quaresma e não tinha casamento”, disse o noivo.


Segundo ele, a ideia foi ficando para atrás. “Aí, ficou para a gente casar depois e passou todo esse tempo. Nos acostumamos assim. Mas eu estive pensando que precisamos casar na igreja para ter a benção de Deus.”


A filha mais nova do casal, Cláudia Sabrina Rosa Camacho, de 41 anos, foi uma das pessoas que ajudaram na concretização do sonho.


“Eu tenho um carinho e amor gigantesco por eles. Por poder ver essa união, esse exemplo de vida, de cumplicidade e afeto. É um amor inexplicável.”

Só Notícia Boa/Com informações Sorocaba Tem Mais

Foto: Pâmela Ramos/temmais

bottom of page