• Revista Maxxi

Mãe desenvolve boneca com nanismo para promover inclusão da filha


Foto: Arquivo Pessoal


“Somos todos gigantes”. Inspirada na própria filha, a mãe Bianca Oliveira do Prado desenvolveu em parceria com uma artesã, uma boneca com nanismo para promover a inclusão.


Bianca é conselheira do Instituto Nacional do Nanismo e mãe de Luiza, de apenas 4 anos.

No oitavo mês de gestação, ela descobriu que a filha teria nanismo e o nascimento de Luiza transformou a vida do casal e de Bianca.


Instituto


Foi por causa de Luiza, da busca incessante por atividades e inclusão e estimulação, que Bianca conheceu o Instituto Nacional do Nanismo.


“Eu me emociono sempre que falo dela, não é um choro de tristeza, é de felicidade, de amor, do que ela tem nos ensinado e a todos que convivem conosco. É uma lição de vida diariamente”, fala.


Somos todos gigantes


A ideia da boneca surgiu durante um congresso e foi aí que surgiu o projeto “Somos todos Gigantes”.


O Instituto, conta a mãe, tem diversos produtos, mas ela queria incluir as crianças e daí surgiu a ideia das bonecas.


“A ideia da boneca veio no último congresso e sempre quis trazer algo para as crianças, não tínhamos uma marca do instituto para as crianças. A Luiza sempre foi minha boneca viva e eu queria fazer algo para ela”, lembra.


Artesã


A artesã Caroline Oliari comprou a ideia e passou um ano desenvolvendo o protótipo que surpreendeu Bianca. Entre as quatro opções, uma tinha todas as características de Luiza, que não desgruda da boneca.


“A Carol comprou esse projeto comigo e começamos a trabalhar em cima da boneca e como ela fica separada de mim, fica com a minha sogra na praia a semana toda, a boneca veio como consolo”, fala.


Luiza não desgruda da boneca, criada para ela e a mãe, se emociona com o desenvolvimento e a inclusão a partir de uma ação simples. É o amor de mãe transformando vidas.


As bonecas podem ser encomendadas, personalizadas e o dinheiro é revertido ao Instituto Nacional do Nanismo.


A página para encomendas está no Facebook – perfil Somos Todos Gigantes.



Fonte: Só Notícia Boa – Com informações do NDMais