• Revista Maxxi

Mais investimentos na Saúde Odontológica de Matão


A Prefeitura de Matão, através da Secretaria da Saúde, continua investindo em todas as áreas que promovam mais qualidade de vida da população. Com a reestruturação dos diversos setores, o trabalho de atenção primária tem sido conduzido para o melhor atendimento de todas as pessoas, inclusive, da pessoa idosa. Neste primeiro trimestre, vários dos pacientes acima do 60 anos, que recebem os primeiros atendimentos odontológicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e Estratégia Saúde da Família (ESF), foram encaminhados pelos especialistas que compõem a rede pública municipal para o Centro de Especialidades Odontológica (CEO), unidade referência para intervenções de alta complexidade.


No primeiro trimestre deste ano, a Saúde de Matão adquiriu um grande número de próteses dentárias e pontes para atender os idosos que tenham a saúde bucal comprometida pela falta de dentes. No entanto, em 12 meses da atual gestão, os investimentos neste local ultrapassam os R$ 100 mil, entre aquisição de novos equipamentos e material de consumo. “O preço de um tratamento dentário completo é extremamente alto e a maioria da população necessita ser atendida pela Prefeitura. Portanto, estes investimentos são extremamente essenciais”, resumiu o prefeito Cido Ferrari


Matão conta com uma atuante, estruturada e moderna rede de atendimento à saúde odontológica, onde os munícipes têm a oferta de procedimentos simples, que são acompanhados pelos profissionais dos ESF’s e UBS’s. “No entanto, quando há necessidade de uma intervenção mais rigorosa, após a avaliação profissional, os casos de maior complexidade são encaminhados ao CEO, onde os pacientes dispõe de endodontia (canal), prótese, cirurgia, estomatologia (diagnóstico de câncer de boca e biópsias em geral), periodontia, entre outros”, afirmou o Secretário da Saúde, Ademir de Souza.


“Perder os dentes interfere não apenas na imagem e estética, mas o sorriso incompleto traz significantes sequelas à qualidade de vida deste paciente. Com a baixa estima as pessoas se tornam cada vez mais introvertidas evitam locais públicos e até perdem uma oportunidade de trabalho, sem contar a dificuldade de mastigação prejudicando a digestão de alimentos”, explicou a Sarah Sakima, responsável pelo setor de Odontologia.


Devido a alta demanda de atendimentos à pessoa idosa, entre 01 de Janeiro e 31 de março deste ano, a Prefeitura fez a aquisição de 90 próteses totais superiores, 45 próteses totais inferiores, 27 próteses parciais removíveis superiores e 51 próteses parciais removíveis inferiores.


Estes números representam os atendimentos dos idosos acompanhados pelas nas unidades de saúde da Vila Pereira, Jardim Popular, Nova Cidade, Distrito de São Lourenço do Turvo, Vila Cardim (CAIC), Senhor Bom Jesus, Jardim Paraíso, Bairro Alto, Residencial Cadioli, São José, IV Centenário e Nova Guarani.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura