• Revista Maxxi

Paulistas mantêm planos de viajar no Carnaval, mostra pesquisa do Sebrae-SP


Com o avanço da vacinação contra Covid-19 no Estado de São Paulo e a diminuição da transmissão da variante ômicron, os turistas paulistas estão mais dispostos a viajar neste Carnaval. É o que mostra a pesquisa “Turismo e os pequenos negócios -- Carnaval”, realizada pelo Sebrae-SP. De acordo com o levantamento, 59% dos entrevistados que vão viajar na data pensaram em cancelar por causa da Covid-19, mas mantiveram os planos. Nos últimos 12 meses, porém, 65% afirmaram que chegaram a cancelar uma viagem marcada por temor da pandemia. A pesquisa, realizada entre os dias 10 e 17 de fevereiro, ouviu 400 turistas que vão viajar no Carnaval e 700 micro e pequenas empresas do setor, entre negócios de hospedagem e agências de viagem. O levantamento também mostra que, em média, os turistas devem gastar R$ 1.117 durante o feriado, sendo a maior parte desse valor gasto com hospedagem -- R$ 395. Enquanto 31% deles afirmam que devem gastar mais do que no Carnaval do ano passado, 37% dizem que o valor deve ser menor neste ano. A maioria (54%) dos turistas também diz que vai permanecer quatro dias no destino. É importante lembrar que nem todas as cidades terão feriado no Carnaval deste ano, uma vez que a grande maioria dos municípios cancelou as festividades. Entre os entrevistados, 47% apontaram que vão ficar hospedados em hotel, enquanto que 12% vão ficar em uma casa ou apartamento alugado. A grande maioria (69%) também diz que viajar de carro -- o que sugere a preferência por destinos localizados a distâncias mais curtas. Já em relação ao estilo de viagem, os principais tópicos apontados por quem vai viajar mostra uma tendência por atividades ao ar livre/na natureza (21%), passeios relaxantes (21%) e viagem com família/crianças (19%). “Os números da pesquisa indicam que o paulista está voltando a ter mais confiança para viajar, mas ainda está dando preferência para destinos que permitam ficar ao ar livre, com menos aglomeração e mais tempo dedicado à família e com opção de passeios e atividades mais tranquilas. O empreendedor do setor deve estar atento a essas variáveis”, diz o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit.

Preparação A pesquisa do Sebrae-SP também levantou como os pequenos negócios do setor de turismo, como hotéis e agências de viagem, estão se preparando para o feriado de Carnaval. Todos os respondentes -- ou 100% -- disseram que estão oferecendo pacotes específicos para a data, a grande maioria (83%) para os quatro dias. Além disso, 89% afirmaram ter reforçado as medidas de segurança e higiene contra o coronavírus. Mesmo assim, 70% das empresas ainda esperam ter um faturamento menor neste Carnaval em relação a anos anteriores à pandemia. Para 51% deles, esse retorno aos patamares anteriores a 2020 deve demorar de seis a 12 meses para chegar.