• Revista Maxxi

Postos de Saúde arrecadam alimentos para famílias carentes


Com base na Campanha “Vacina contra a fome” lançada pelo Governo de Estado, a Prefeitura de Matão também iniciou sua ação de arrecadação de alimentos nas Unidades de Saúde de Matão que realizam a vacinação contra a COVID-19. Cada pessoa apta a se vacinar contra a COVID-19 pode, espontaneamente, entregar sua doação de alimentos não perecíveis nos Postos de Saúde. Quem já recebeu a vacina, caso queira, também pode fazer sua doação, além das demais pessoas que queiram contribuir.


“Estamos iniciando esta campanha em Matão para beneficiar as famílias que passam por algum tipo de dificuldade. A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social já presta o atendimento para muitas famílias de Matão, porém, devido ao momento atual, infelizmente o número de pessoas prejudicadas por esta crise sanitária aumentou, inclusive as entidades, igrejas e clubes de serviços estão com grande demanda de pedidos destas famílias. Então, toda a ajuda será muito bem-vinda”, lembrou o prefeito Adauto Scardoelli


Esta ação pretende beneficiar famílias carentes do nosso município durante o enfrentamento da pandemia do coronavírus, e que são atendidas pelo Fundo Social de Solidariedade e pelas entidades assistenciais cadastradas pelo Conselho Municipal de Assistência Social – COMAS.


“Neste momento tão crítico da pandemia que estamos vivenciando, queremos incentivar a solidariedade e a preocupação com o próximo, e contamos mais uma vez com a ajuda da comunidade matonense”, afirmou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Hélio Leandro Prandi.


A doação de alimentos é uma atitude espontânea, e que as pessoas vão receber normalmente suas doses das vacinas, independente de fazer ou não a doação. “Devido ao isolamento social, muitas pessoas saem de casa para ir às Unidades de Saúde. Então, estas unidades estão servindo como ponto de arrecadação para estas pessoas que desejam contribuir com o próximo de forma segura”, afirmou o secretário da Saúde, Ademir de Souza.