• Revista Maxxi

Prefeitura de Matão apresenta projeto "Renascer"


Na manhã desta terça-feira (12/04) a Prefeitura de Matão, apresentou o projeto de acolhimento junto as pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social, nomeado "Renascer". A coletiva de imprensa contou com a presença da equipe de governo, imprensa, vereadores, autoridades ligadas ao serviço social, instituições de combate a violência, a segurança pública, Polícia Civil, Polícia Militar e a equipe gestora da Associação Pão Nosso, entidade credenciada para desenvolver o referido projeto.


"O aumento do número de pessoas necessitadas e em situação de rua na nossa cidade é algo que nos preocupava desde o início do ano passado, quando assumimos o governo. A questão da segurança pública precisa ser tratada em parceria. Por isso já vínhamos conversando sobre as possibilidades de implantação de um programa bem organizado e humano, junto aos setores do serviço social, saúde e segurança, pensando no que é melhor para todos os cidadãos", considerou o prefeito Cido Ferrari.



Edital de credenciamento


A estratégia foi abrir um novo credenciamento para as instituições interessadas, reconhecidas como organização da sociedade civil de 21/02 a 14/03. Em seguida, realizou-se a avaliação através da comissão responsável por escolher a instituição credenciada, através da portaria nº 14.904, de 16 de fevereiro de 2022. Um dos critérios de avaliação foi que a instituição deveria ter um histórico de experiências anteriores exemplares, a fim de gerenciar o programa, com suficiente infraestrutura física e recursos humanos, quanto ao atendimento a pessoa em situação de rua e seus agravantes.


Dessa forma a Associação Pão Nosso (APN) foi escolhida, cumprindo todos os requisitos exigidos pelo programa.


O município, através da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, definiu sobre a implantação do projeto, "Renascer", em razão do formato humanizado, que será posto em prática por uma equipe técnica multidisciplinar: psicólogo, assistente social, psicopedagogo e educador social. Haverá escuta qualificada dos diversos problemas e em seguida serão convidados para a "acolhida" no abrigo, onde receberão alimento, poderão tomar banho e participar de vivências motivacionais, sendo que as demandas, serão encaminhadas aos serviços da rede psicossocial do município.


A inserção dessas pessoas no mercado de trabalho é um dos objetivos do programa "Renascer".


De acordo com o secretário da Assistência e Desenvolvimento Social, Luiz Tamanini foi realizado uma reorganização no setor, agora com um trabalho em rede mais alinhado, sistematizado, técnico, reconhecido pelo Sistema Único de assistência Social (SUAS) como uma nova forma de gestão social, cuja perspectiva de redimensionar as intervenções específicas, junto as pessoas em vulnerabilidade social amplia o padrão de qualidade e a efetividade das ações desenvolvidas, sempre com várias parcerias.


"O desafio do programa 'Renascer' é descobrir vínculos familiares, a cidade de origem, a identidade de cada um, e se houver alguma questão de adoecimento, encaminhar ao Sistema Único de Saúde (SUS), assim dar oportunidade de cursos de qualificação profissional, para que essas pessoas possam restabelecer a dignidade humana, conseguindo emprego e renda", salientou o secretário Luiz Tamanini.


Tamanini lembra ainda que empresas ou pessoas que queiram ajudar, com roupas, alimentos, etc, são muito bem-vindas, pois trata-se de uma ação humanitária de segurança pública.


"Estamos abertos às parcerias, sugestões e a colaboração dos cidadãos matonenses que possam nos indicar indivíduos que estejam em situação de rua ou em vulnerabilidade social, pois entendemos que o apoio de todos é muito importante", reforça o secretário.


Rede de apoio psicossocial


Uma rede de apoio receberá as pessoas encaminhadas pelo programa: Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS); Centro de Referência da Assistência Social (CRAS); Centro de Atenção Psicossocial (CAPS); Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD); Postos de Saúde; Educação de Jovens e Adultos (EJA); Projetos sociais; etc.


De acordo com o coordenador e psicólogo responsável pela APN André Dias uma van fará o resgate e transporte das pessoas em situação de rua até o abrigo. "O acolhimento terá o tempo necessário para o fortalecimento da auto estima e encaminhamento a rede psicossocial".


Ainda conforme o psicólogo, o objetivo é criar oportunidades que gerem a autonomia para o autossustento, direcionar para cidades de origem e transformar a visão de que aqui no município de Matão a pessoa não permanece e nem adoece, anonimamente, nas ruas.


Atuação da Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil


As duas polícias farão o acompanhamento e darão apoio ao programa, a fim de separar do grupo de pessoas em vulnerabilidade social, àqueles que possuem dívidas com a justiça e que oferecem risco de segurança pública.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura