• Revista Maxxi

Prefeitura de Matão planeja ações do NAE-LUME na pandemia

O Núcleo de Atendimento Especializado (NAE-LUME), tem em sua composição a integração do NAPE – Núcleo de Apoio e Prevenção Educacional “Renata Nicolucci” e o CEMEES – Centro Municipal De Ensino Especial Para Surdos “Edra Cristiane Chiozzini”.

O prédio da instituição está localizado na Rua Carlos Monteiro Castro nº 105, Jardim Acácias, e possui uma infraestrutura extremamente ampla e adequada para o atendimento de seus usuários, como: Laboratório de informática; Internet banda larga; Parque Infantil; Refeitório; Pátio coberto; área verde; Sala do Professor e alimentação.


Os referidos espaços de atendimento às pessoas com deficiências representam importantes órgãos da Prefeitura de Matão, porque estão destinados a atender os alunos/estudantes com deficiências e suas especificidades. Oferecem atendimento especializado, no contraturno do ensino regular, para alunos devidamente matriculados na rede pública, nas modalidades de Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos).


O prefeito Adauto Scardoelli, mostrou-se confiante de que em sua gestão “as famílias das pessoas com deficiência podem contar com um atendimento humanizado e sensibilizado com a causa, no sentido de obter toda atenção e zelo, frente às necessidades de adaptações para acessibilidade e uma equipe preparada à frente do atendimento”.


Para tanto, o Secretário de Educação e Cultura, Alexandre Luiz Martins de Freitas lembra que “em tempos de pandemia, que nos impede de atender presencialmente, a equipe do NAE-LUME, está debruçada na tarefa de restabelecer contatos com as famílias via telefone e redes sociais, a fim de ajudar a resolver os naturais conflitos e em seguida desenvolver atividades pedagógicas”.


Segundo a diretora da instituição Renata Bezerra dos Santos, “os alunos são atendidos por uma equipe multidisciplinar que compreende psicólogos, fonoaudiólogos, psicopedagogas, assistente social e professores especialistas em Libras e Braile”.


Há também o atendimento aos alunos deficientes auditivos, que são acompanhados por um professor intérprete de Libras, nas escolas Adelino Bordignon e Caju. Atualmente, 10 alunos com deficiência visual e 16 alunos com deficiência auditiva, entre eles, crianças e adultos, frequentam o LUME.


Também recebem orientação, em relação a adaptação de materiais acessíveis, professores da rede pública, que atendem alunos com deficiência.


Após avaliação feita pela equipe multidisciplinar de profissionais, há alunos que são encaminhados para possíveis tratamentos no Centrinho, ou se necessário, para as salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE), de que o município dispõe.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura.




0 comentário

(16) 3383-9092 | (16) 99151-5077

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

SITE POR @HIBOUPROPAGANDA