• Revista Maxxi

Solenidade homenageou personalidades do povo negro matonense


No sábado (14/05/2022) houve solenidade na rotatória do Cruzeiro da Vila Santa Cruz, que homenageou duas grandes pessoas, cujas contribuições históricas ficarão perpetuadas no município de Matão: os saudosos, Dona Alexandrina Alves (da família dos Quintinos) e Octacílio David, o Tacílião. O evento organizado pelo historiador e ativista cultural João Bento (Cucão), nomeado “Existe uma história do povo negro sem o Brasil, mas não existe uma história do Brasil sem o povo negro”, fixou dois retratos/quadros dos homenageados, que agora aumenta a exposição pública de outras personalidades do povo negro matonense, anteriormente fixadas no local.


Participaram da solenidade o prefeito Cido Ferrari, a presidente do conselho consultivo da União Afro Brasil (UAB) Alessandra de Cássia Laurindo, o vereador Paulo Bernardi, os familiares dos homenageados, a imprensa local e ativistas deste movimento social.


O prefeito Cido Ferrari parabenizou a todos pela luta e resistência e agradeceu ao convite. "O movimento negro conta com nosso apoio porque entendemos a importância dessa união para a conquista de novas políticas públicas que venham atender as demandas, no sentido de trazer mais justiça econômica e social para todos, já que cada um de nós brasileiros pode se considerar negro, dado a nossa miscigenação", considerou o prefeito.


João Bento (Cucão), agradeceu a presença do prefeito e de todos, e explicou que esse evento é uma maneira de resgatar o fato histórico de que após a Lei da Abolição da Escravatura, assinada em 13 de maio de 1888, os negros brasileiros foram soltos nas ruas, sem nenhuma política pública que desse a ele condições de uma vida digna. “Até os dias de hoje sofremos com as desigualdades sociais. Já conquistamos alguns benefícios e direitos, mas ainda precisamos lutar por melhorias".


Para Alessandra Laurindo o racismo institucional deve ser combatido com o aumento de diálogos e criação de espaços de fala e reivindicação. "Estamos vivendo um período em que a luta teve que ser triplicada, pois há forças políticas que fizeram retroceder muitas das nossas conquistas", salientou.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura