• Revista Maxxi

Vacinação contra a gripe começa hoje (12) nas Unidades Básicas de Saúde de Matão


Começa hoje a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe ‘Influenza’. Todas as Unidades Básicas de Saúde de Matão farão a imunização dos grupos prioritários. Neste ano, a Campanha acontece até o dia 09 de julho. O público priorizado deve comparecer à Unidade de Saúde referente ao seu bairro, com um documento pessoal e a caderneta de vacinação.


“Esperamos que a adesão a vacinação contra a gripe seja de 100%, como é o caso da adesão contra a covid-19, já que em tempo de pandemia evitar a gripe pode significar, garantir a vida”, salienta o prefeito Adauto Scardolelli.


De (12) de abril até (10) de maio, serão vacinados os seguintes grupos: crianças de seis meses até seis anos de idade; gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filho há até 45 dias); além dos indígenas e trabalhadores da área de saúde.


Sequencialmente, entre (11) de maio até (8) de Junho, serão vacinados os idosos com 60 anos ou mais e também os professores.


Na última fase da campanha, entre (9) de Junho e (9) de Julho, serão imunizadas todas as pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes; caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo rodoviário e portuário; membros da força de segurança e do Exército e funcionários do sistema prisional. A população privada de liberdade e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas também serão imunizados nesta fase.


O secretário da Saúde Ademir de Souza, explica que, “dessa vez a Campanha contra a gripe, prioriza iniciar a vacinação junto aos mais novos, sendo que os idosos, serão imunizados na última fase da Campanha, pois a expectativa do Ministério da Saúde, é de que as pessoas acima de 60 anos já estejam vacinadas com a segunda dose, antes do mês de maio”.


A doença (gripe ‘Influenza’) é uma infecção respiratória aguda, causada por diferentes vírus, dentre eles o A e B. O vírus A está associado a epidemias e pandemias, tem comportamento sazonal e apresenta aumento no número de casos entre as estações climáticas mais frias. Habitualmente em cada ano circula mais de um tipo de influenza concomitantemente (exemplo: influenza A (H1N1) pdm09, influenza A (H3N2) e influenza B). Dependendo da virulência dos vírus circulantes, o número de hospitalizações e mortes aumenta substancialmente, não apenas por infecção primária, mas também pelas infecções secundárias por bactérias.


Quem ainda não foi vacinado contra a covid-19, pode vacinar contra a gripe?


As pessoas, que fazem parte do grupo prioritário para vacinação contra a gripe, nesta Campanha, devem receber a dose contra o coronavírus, com prioridade. Para este público, a vacina contra a ‘Influenza’, deverá respeitar um intervalo mínimo de 14 dias entre elas.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura

0 comentário