• Revista Maxxi

Vacinação de idosos deve começar dia 8 no estado de São Paulo

Idosos em geral do estado de São Paulo começarão a ser vacinados contra a covid-19 no próximo dia 8 de fevereiro, na segunda-feira da outra semana.

Nesta fase da campanha paulista, 515 mil pessoas vão receber os imunizantes em duas fases:

  • Idosos acima de 90 anos a partir de 8 de fevereiro

  • Idosos acima de 85 anos a partir do dia 15 de fevereiro

A prioridade leva em consideração a vulnerabilidade dessa faixa etária. 37% das pessoas com 85 anos ou mais que tiveram COVID-19 morreram no decorrer da pandemia, ou seja, aproximadamente uma a cada três doentes foram a óbito.

Com a entrega do novo lote de 1,8 milhão de doses pelo Instituto Butantan ao Ministério da Saúde e a chegada de mais 5.400 litros de insumo vindos da China, previstos para a próxima quarta-feira, 3 de fevereiro, o Estado de São Paulo começa a expandir o público-alvo a ser imunizado no programa de vacinação.

“A nossa meta é acelerar o programa de vacinação incluindo todos os grupos no calendário, mas para vacinarmos mais rapidamente, não só em São Paulo como em todo Brasil, precisamos de mais vacinas”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

Reduzir internações

Durante entrevista coletiva, representantes do governo afirmaram que, mais do que diminuir o contágio, a expectativa com a nova fase da vacinação é diminuir os índices de internações por casos graves de covid-19, mais do que diminuir o contágio.

A expectativa que temos é que, com imunização, tenhamos queda nos novos casos, internações e óbitos. Vamos começar com redução no número de internações, dos eventos mais graves, das pessoas que precisam internar em UTI e, mais adiante vamos ter redução de óbitos.[…] Não dá para esperar, nesse primeiro momento, redução de casos, porque não estamos vacinando população jovem, que se expõe mais. O que esperamos com vacinação gradativamente é redução de casos graves e internações”, disse João Gabbardo, coordenador do Centro de Contingência da Covid-19 em São Paulo.

Por redação Só Notícia Boa